domingo, 28 de junho de 2015

Transsexual Rogéria entra para a novela "Babilônia"

Posted by thiago rocha | domingo, junho 28, 2015
Aos 72 anos, a transexual Rogéria entra amanhã (29) nos estúdios de Babilônia com duas missões: reforçar o anêmico núcleo cômico da novela das nove da Globo e hastear mais uma bandeira na luta pela diversidade sexual no horário nobre. Úrsula Andressa, sua personagem, será ironicamente um ex-militar que tem um filho traficante e que virou uma "trans-avó". A atriz diz que não teme sofrer rejeição em uma novela boicotada por setores conservadores. "Sei que as pessoas gostam de mim. Fui muito cobrada nas ruas sobre quando iria entrar na novela. Sempre soube que Úrsula Andressa não tinha sido eliminada da trama", diz.

No ar a partir do dia 9, Rogéria chega atrasada a Babilônia. Sua entrada foi adiada por causa da repercussão negativa dos beijos entre Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg, logo na primeira semana da trama de Gilberto Braga, Ricardo Linhares e João Ximenez Braga. Além de anular os beijos entre as lésbicas, a reação mudou o destino de outro personagem, Carlos Alberto (Marcos Pasquim), que seria gay, mas acabou virando alternativa heterossexual para a mocinha Regina (Camila Pitanga).

Nos próximos capítulos, no entanto, Babilônia voltará exibir com orgulho o arco-íris. Teresa (Fernanda Montenegro) entrará em guerra com o prefeito homofóbico Aderbal (Marcos Palmeira), combatendo um "kit hétero" e a cura gay. E surgirá um novo casal, formado por Ivan (Marcello Melo) e Sérgio (Claudio Lins). Rogéria entra nesse pacote. 

Rogéria não quer saber de polêmica nem da baixa audiência de Babilônia. Impossível fazer uma entrevista com ela sem se divertir. Entre uma frase e outra, ela começa a cantar e desvia o assunto para algo mais leve. "A Úrsula Andressa é uma transexual, eu sou uma artista independente de sexo. Já fiz muito homem também", conta, ressaltando o seu deslumbramento ao trabalhar com divas como Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg, que ela maquiava nos anos 1960.

Úrsula era Osvaldo e ex-militar

Na trama, Úrsula Andressa chegará de uma turnê na Europa e o público logo descobrirá que ela é vizinha de porta de Clóvis (Igor Angelkorte) e Norberto (Marcos Vera). As surpresas serão as revelações de seu passado. Gabi (Kizi Vaz) visitará sua "trans-avó". Diante dos vizinhos, a transexual revelará que se chamava Osvaldo, que foi oficial do Exército e que é pai de um perigoso traficante, Osvaldo Júnior. O bandido está preso, é pai de Gabi e ex-marido de Valeska (Juliana Alves).

"Minha gabiroba! Que saudade! Já conheceu o meu vizinho?", perguntará Úrsula a Gabi. "Já conhecia, vó. É o tio da Júlia, sobrinha do meu marido, Diogo [Thiago Martins]", dirá a jovem. "Ele mora com o marido aqui do lado?", perguntará a transexual. "Opa! Epa! Eu e o Clóvis, a gente só divide o apartamento. E de longe", gritará Norberto.

Gabi avisará que a avó "viajou na maionese". Úrsula os convidará para entrar e contará que sua turnê na Europa foi um sucesso estrondoso. Ela é cantora. "No show de Berlim, um alemão chamado Hanstrup enlouqueceu por mim! Queria largar mulher e filho pra virar meu valete", dirá a loira. Nisso, Clóvis chegará e verá a porta aberta. "Ela é sua trans-avó?", perguntará ele, espantado. 

"É, e ela é minha trans-neta, amore! Na verdade, eu sou o pai do Osvaldo. O Júnior foi seduzido pelo lado negro da força", comentará Úrsula. O nome do ator que vai interpretar Osvaldo não foi divulgado. Inicialmente o personagem era de Herson Capri, mas, com as mudanças na trama, o ator acabou virando o executivo Otávio, cúmplice de Inês (Adriana Esteves) em um misterioso golpe contra Beatriz (Gloria Pires). 

Sogra da Valeska

Na conversa, Gabi vai explicar aos amigos que seu pai é Júnior porque a avó dela também se chamava Osvaldo. "Então, você foi sogra ou sogro da Valeska?", perguntará o chef. "Nem me fala dessa mulher! Isola", responderá Úrsula, batendo na madeira.  "Um traficante, filho de uma travesti", soltará Clóvis, sem querer. "Transexual, transgênero", corrigirá a personagem de Rogéria. 

No meio da sequência, a cena será cortada e Osvaldo aparecerá na prisão reclamando de uma foto publicada em uma revista de Valeska beijando Clóvis. A imagem será feita na inauguração do restaurante que Regina (Camila Pitanga) vai administrar. O bandido prometerá acertar as contas com a ex-mulher e com o "safado".  

A história da família voltará a ser contada por Úrsula. "O Osvaldo Júnior foi criado a pão de ló. Eu era oficial do Exército, dei uma boa criação àquele menino. Quando a mãe dele morreu, eu decidi trazer à tona a mulher que eu sou. Mas vocês acreditam que o cretino do Júnior, que já tinha virado bandido, veio querer me dar lição de moral? O Júnior não aceita quem eu sou, e eu não aceito quem ele é. Mas estou aberta a entendimentos, porque eu não sou uma mulher radical", dirá a loira. 

Reações:

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube