quinta-feira, 22 de maio de 2014

Xuxa. (Foto: Divulgação)

Hoje (21), Xuxa presenciou a bancada mais conservadora da Câmera. A apresentadora foi acusada pelo deputado evangélico Pastor Eurico, do PSB de Pernambuco, de provocar a “maior violência contra crianças em um filme pornô”. Após ouvir o deputado, Xuxa saiu fazendo um coração com as mãos para o político.



O fato ocorrido durante a discussão da Lei da Palmada, causou problemas internos no PSB. O religioso é conterrâneo de Eduardo Campos.

A equipe do ex-governador de Pernambuco tentou diminuir a confusão. Enquanto Xuxa estava caminhando rumo ao elevador, Júlio Delgado saiu correndo para abordar a apresentadora. Delgado olhou fixamente nos olhos e segurando as mãos de Xuxa, disse:

‘‘Eu quero me desculpar muito. Em meu nome, do meu partido e em nome do Eduardo Campos. O deputado não será mais titular da comissão e o que ele diz de jeito nenhum representa o que pensa a bancada. Desculpe, me desculpe, de coração. ’’

A contratada da TV Globo começou a chorar, e respondeu elegantemente:

‘‘Olha a minha mãe é evangélica, outras pessoas na minha família são evangélicas. Eu sei que isso não é uma coisa dos evangélicos, mas, individual, só daquela pessoa. ’’

        
Reações:

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube