segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Procon autua quatro hospitais por usar medicamentos vencidos

Posted by @chrmuller | segunda-feira, setembro 02, 2013
Procon realiza Operação Vida e apreende medicamentos vencidos (Crédito: TNH1)
Uma fiscalização do Procon em hospitais e clínicas particulares de Maceió, realizada de 10 a 24 de agosto deste ano, constatou na farmácia de quatro unidades a existência de 597 medicamentos fora da validade, com prazos vencidos desde fevereiro de 2012. Todas elas foram autuadas e podem ser fechadas.

Entre os medicamentos fora do prazo estão sondas, cateteres, xilocaína, morfina e antibióticos. As unidades autuadas são Alerta Médico, Hospital Santo Antônio, Maternidade Nossa Senhora de Fátima e Hospital Sanatório. As penalidades vão de R$ 50 mil a R$ 200 mil.

Após serem autuadas, as unidades Nossa Senhora de Fátima e Sanatório apresentaram defesa. De acordo com os hospitais, antes do uso dos medicamentos, os profissionais verificam a validade do produto, mas o superintendente do Procon, Rodrigo Cunha, disse que os medicamentos estavam misturados com outros itens dentro da validade, e certamente seriam usados indiscriminadamente. "É inadmissível estar diante dessa quantidade de medicamentos vencidos. A pessoa no hospital, naturalmente já está vulnerável, e ainda ser exposta à esse risco é muito pior", disse Cunha. 

O superintendente do Procon ainda ressaltou que, devido às irregularidades encontradas, as unidades correm o risco de ser fechadas. "As outras duas unidades que nem apresentaram defesa, demonstram ao Procon e à toda sociedade que não têm o mínimo de respeito pelo consumidor alagoano", desabafou Rodrigo.

Nas próximas duas semanas, a fiscalização do Procon/AL chega às farmácias. Segundo Cunha, hospitais do interior também devem ser visitados para verificar possíveis irregularidades.

A iniciativa da fiscalização partiu do Núcleo de Proteção e Defesa do Consumidor Idoso, que conta com a ação de agentes fiscais com mais de 60 anos, em busca de melhorias para os outros consumidores idosos. "O principal fiscal não é o que está de colete, mas sim todo consumidor que pode entrar em contato com o Procon e denunciar", finalizou Cunha.

As denúncias podem ser feitas através do 151.
Tudo Na Hora
Reações:

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube